[Skip to Content]

Grandes Dinamarqueses

A Dinamarca não parece ser muito grande em um mapa mundi, e o país tem apenas 5,5 milhões de habitantes. Porém, o que pode faltar em quilômetros quadrados, a Dinamarca compensa com o número de dinamarqueses que fizeram fama no cenário global. Esses ‘Grandes Dinamarqueses’ incluem escritores, físicos, filósofos, atletas, designers, arquitetos, diretores de cinema, políticos e até mesmo reis.

Os velhos e grandes…

Provavelmente todos, em algum momento, ouviram o conto de fadas do patinho feio que cresceu e virou um belo cisne. Sem dúvida, Hans Christian Andersen é o mais famoso dinamarquês de todos os tempos, graças a seus contos de fadas mágicos, que são adorados pelas crianças e adultos no mundo inteiro. A sua poesia e estórias foram traduzidas em mais de 150 línguas a nível mundial.

Outros dinamarqueses realmente grandes incluem o físico Niels Bohr, que ganhou o Prêmio Nobel em 1922, e o filósofo Søren Kierkegaard, que ficou conhecido como o patrono do existencialismo.

O design dinamarquês, exemplificado por Arne Jacobsen, também ganhou considerável respeito e aprovação internacional. Os arquitetos dinamarqueses são internacionalmente aclamados, sendo o mais famoso provavelmente Jørn Utzon – que desenhou a Sydney Opera House.

…e os novos e grandes

A Dinamarca também possui tradições cinematográficas fortes e notórias. A partir dos anos 1980, diretores como Lars von Trier e Gabriel Axel foram sinônimos de cinema vanguardista. Ganharam uma série de prêmios internacionais por filmes que desafiam e exploram os limites tradicionais da produção cinematográfica e  classificações de gênero. E, em 2011, a diretora dinamarquesa Susanne Bier recebeu um Oscar por “Em um Mundo Melhor”.
Nos últimos anos, uma geração de Grandes Dinamarqueses foi manchete ao redor do mundo. Em especial, Bjarke Ingels, o arquiteto de grande sucesso, e Rene Redzepi, o mestre-cuca do melhor restaurante do mundo, Noma, frequentemente chamam a atenção por seus modos novos e únicos de repensar a arquitetura e a gastronomia.

Poderá encontrar mais biografias na versão inglesa do website